20 de dezembro de 2008

Feliz Natal

Sim, eu também já entrei nesta época natalícia apesar de um pouco forçada pelo tempo! E é verdade que estou um pouco atrasada... ainda não fiz o presépio, nem a árvore de Natal! As prendas, nem pensei nelas, e os fritos (filhoses e bolos) ainda nem comprei os ingredientes! Mas pronto até ao dia de Natal estou em casa só para fazer isso!! Desejo-vos um santo Natal e que o Natal aconteça a todos os dias das vossas vidas! Sabem uma coisa... adoro-vos a todos, todos os que me lêem e os que não me lêem... estão todos no meu coração! Por agora fica um poema (que todas as pessoas deviam cumprir e não só no Natal), em forma de árvore, de um autor desconhecido hihi (não me esqueci de ti Daniela hihi)
Paz
União
Alegrias
Esperança
Amor, Sucesso
Realizações, Luz
Respeito, Harmonia
Saúde, Solidariedade
Felicidade, Humildade
Confraternização, Pureza
Amizade, Sabedoria, Perdão
Igualdade, Liberdade, Boa Sorte
Sinceridade, Estima, Fraternidade
Equilíbrio, Dignidade, Benevolência
Fé, Bondade, Paciência, Brandura, Força
Tenacidade, Prosperidade, Reconhecimento
*******
*******
*******
P.S - Vou "descansar" por uns dias, volto para o ano que vem, e eu mostrei-vos este "ser vivo" também porque o meu desejo é que cada palavra que o constitui entre no vosso ano de 2009! Até ao próximo post, em 2009!!
Beijinhos e fiquem bem,
Estrela d'Alva ou simplesmente Elisa!

16 de dezembro de 2008

Om Mani Padme Hum...

Esta música fascina-me...

Espero que gostem tal como eu!! =)

Estrela d'Alva

13 de dezembro de 2008

Passarei por este mundo
Uma vez.
Assim,
Todas as boas acções
Que possa praticar
E todas as gentilezas
Que eu possa dispensar
A qualquer ser humano,
Devo aproveitar
Este momento
Para fazê-lo
Não devo adiá-las
Nem esquecer-me delas,
Pois não voltarei
A passar por este caminho.

7 de dezembro de 2008

Uma professora... que me deixou recordações!!


Estava a sair da minha biblioteca (em minha casa) quando olhei para a estante da esquerda e reparei que estava lá o meu livrinho de autógrafos ou dedicatórias!! Foliei umas quantas páginas de autógrafos feitos á pressa, ou então sem graça, de alguns amigos ou professores, e cheguei ao da minha professora de E.T. de há uns anos atrás... E pensei que iria escrever algo sobre ela no blogue e aqui estou eu! Bem... lembro-me que ninguém na turma gostava dela e eu gostava mesmo muito (e isso acontece com todos os professores, não é só com esta)!!Os meus colegas estavam sempre a reclamar á Directora de Turma que não queriam aquela professora e eu dizia sempre o contrário! hahaha
E também me lembro que tínhamos que fazer um trabalho que consistia numa mala com um tema á nossa escolha, é claro que escolhi o Egipto!!
Hum também me lembro que eu lhe disse que tinha um blogue e ela: "Tu, Elisa tens um blogue!? Ah tenho que ver!!" e depois veio mas nunca mais falamos sobre isso! Mas é uma coisa que me custa muito é que os professores que não são efectivos numa escola vão-se embora e a maioria ninguém fica com nenhum contacto deles. Mas eu fiquei com um mail! =) Qualquer dia envio-lhe uma mensagem! =))
Tudo isto para dizer que encontrei a dedicatória dela no livrinho e foi uma dedicatória que mais me emocionou e sempre me fez pensar bastante: "Pela vida fora não serás apenas responsável pelo que fizeres, serás também responsável por tudo o que poderias ter feito e não fizeste." Lindo o que ela me dedicou!!
Desejo-vos um resto de óptimo fim-de-semana e um excelente feriado!!
Ah e para ti Daniela, continua feliz da vida que gosto de te ver assim =)) Os Alentiiijanúúús sãúú optimúúús pariii aliiiigrááá né maninha?? Adoro-teeee!! =)))

Estrela d'Alva =)

4 de dezembro de 2008

Apenas de passagem...


Um turista americano, no século passado, foi visitar um famoso rabino polaco, Hofez Chaim. Admirou-se ele ao ver que a casa do rabino era pouco mais que um quarto repleto de livros por toda a parte. De mobília, tinha só uma mesa e um banco. "Mas, rabino, onde está a sua mobília?", pergunta o americano. "E a sua, onde é que está?", ecoou o rabino. "E a minha? Mas eu estou apenas de passagem; sou um visitante na cidade", responde o americano. "Pois eu também estou só de passagem", concluiu o Rabino.

Anthony de Mello
O Canto do Pássaro

1 de dezembro de 2008

Um livro... uma paixão!!

Como prometido aqui estou eu a publicar um livro da Selma Lagerlöf que me "apaixonasse"!!
Pois dou-vos a conhecer o livro da minha vida, "A maravilhosa viagem de Nils Holgersson através da Suécia"!
É um livro que conta a história de um rapaz (chamado Nils Holgersson) que se transforma em gnomo que dá a volta á Suécia no dorso de um ganso branco e mais não digo!!
É um livro fascinante... lindo!! Não sei explicar o quanto gostei dele só sei que gostei e muito!
Nunca mais me vou esquecer aquele dia em que a minha professora de Português, disse á turma "Recomendo que leiam este livro (tinha o livro na mão) da Selma Lagerlöf!!" Mas ela disse aquilo com amor, como se nos estivesse a mostrar o amor da vida dela! E eu fiquei curiosa, e nesse mesmo dia fui buscar o livro á biblioteca da escola.
Desde o inicio até ao fim do livro, fiquei horas e horas a lê-lo, á noite, porque o livro era tão bom que eu não queria largá-lo! Foi a partir daí que comecei a ler outros livros dela, cada um melhor do que o outro! E também foi a partir daí que comecei a gostar de ler, e depois a gostar muito da Língua Portuguesa!! E então depois decidi fazer um blogue, por isso todos os que gostam de me ler podem agradecer á minha professora de Português por eu ter este blogue!! =)

Fiquei tão fascinada com os livros da Selma Lagerlöf que o meu pai teve que ir procurar um livro a Lisboa chamado "O Imperador de Portugal" e encontrou! Por acaso agora já não o tenho, dei-o á minha professora de Português, aproveitando para a visitar porque ela entretanto ficou com cancro do pulmão (mas descansem que ela está quase curada!).
P.S - O livro tem por volta de 400 páginas mas vale a pena!!

Muitos bjs,

Estrela d'Alva ou simplesmente Elisa =))

30 de novembro de 2008

Antes de Adormecer...

Deitada sobre a mesa de operação, uma menina de cinco anos olhava assustada ao redor. Eram médicos, enfermeiras e muitos aparelhos estranhos que jamais vira. O médico anestesista disse à menina:
- Fecha os olhinhos para dormir.
A menina respondeu:
- Ainda é dia. Não estou com sono.
O médico insistiu:
- Fecha os olhinhos, ao menos por uns minutos. Assim tu irás curar mais depressa.
E a menina:
- Está bem. Mas eu, antes de dormir, costumo rezar uma Ave-Maria. Posso rezar agora?
-Sim.
E com toda a naturalidade a menina juntou as mãozinhas e rezou. Depois, sem esperar outro pedido, fechou os olhos.
Um dos cirurgiões, que há muito tempo vivia na indiferença religiosa, sentiu-se emocionado com esse gesto da criança. Foi o suficiente para pedir a Deus que o ajudasse a avivar a sua fé baptismal até então adormecida.

Até uma criança de tenra idade pode dar testemunho da sua fé. Ela despertou o médico para a busca de Deus.

28 de novembro de 2008

Saudades... do Inverno

É a mesma árvore, é o mesmo candeeiro, são as mesmas escadas... mas não é a mesma estação...

É verdade... Hoje apeteceu-me falar sobre os meus dias de Inverno, e como pano de fundo oiço a chuva a bater na persiana do meu quarto! Nos dias que há muito frio, ligamos a nossa lareira e senta-mo-nos ali sempre a ler algum livro!!
São dias muito bons já que eu gosto mais do Inverno do que do Verão! Uma coisa estranha para uma algarvia, mas eu não gosto de praia, porque acho que não se faz lá nada e por isso o Verão não me diz nada! Continuando...
E normalmente os livros que leio á lareira no Inverno são da Selma Lagerlöf e ela retracta muito o seu país, a Suécia, um país muito frio... e sabe mesmo bem ler um livrinho dela no quentinho da lareira!!
Ah! E uma coisa que também gosto muito de fazer é sentar-me nas cadeiras da minha marquise e ouvir a chuva... é lindo!!
Depois... vamos á comida, gosto muito daquelas filhoses da avó!! E do bolo de mel... uma delícia!! Ai! E das chouriças da Serra do Algarve!! Que boas recordações tenho eu do Inverno! =))
Foi apenas um desabafo sobre o meu Inverno que espero que seja bem passado este ano!


Bjs e fiquem bem,
Elisa

25 de novembro de 2008

Para uma escritora muito especial...

Selma Lagerlöf a minha escritora de eleição!!

Como disse Claes Annerstedt: "Para ela a natureza, mesmo inanimada, possui vida própria, invisível e contudo real” quando lhe entregou o Prémio Nobel da Literatura!

23 de novembro de 2008

Alegria


A alegria é algo extraordinário,
algo muito bom!
E também há quem nos faça sentir essa alegria e eu posso dizer que sou uma sortuda nesse ponto! hehe
Sem muito mais que dizer só vos peço uma coisa,
SEJAM FELIZES!!!!
E por hoje é tudo,

Elisa Encarnação

19 de novembro de 2008

Os meus aninhos...


Ai hoje foi um dia tão bom... =)))

Mal cheguei á escola fui "bombardeada" por "Parabéns Elisa" ou então "Parabéns Elisinha"!!!
Depois entramos para a aula de Matemática logo ás 8:30, e o professor teve a ideia de mandar mo-nos fazer uma "Fichinha de Descoberta" ou como sempre disse um Teste de Surpresa!! E depois ainda teve a rica ideia de pedir á turma para me cantar os parabéns... e pronto lá fiquei eu toda envergonhada!!!
Passados 45 minutos da aula fui fazer um corta-mato na escola, por isso o professor dispensou-me!
Depois de ter corrido, fui almoçar Jardineira na cantina!
E fui ver se alguém se tinha lembrado de me ligar... e lá estava duas chamada não atendidas uma da Daniela e outra da minha madrinha!! Depois de comer lá lhes liguei, e lá se foi mais um dinheirinho do meu telemóvel... mas foi por uma boa razão!!!
A minha tarde foi normal, a receber "Parabéns querida" ou então "Parabéns Elisa" e ainda da minha professora de História "Parabéns filha" =)))
Ah e ainda tive a gastar energias a cortar madeira em Educação Tecnológica!!!
E pronto foi o meu dia de anos, muito bem passado!!

Bjs,

Elisa Encarnação

16 de novembro de 2008

Voar... Conforme o meu desejo


Acordar com desejos de voar...
Abrir as portas da gaiola
onde estou presa dentro de mim
e voar...

Não levar as penas,
apenas os sorrisos.
Infringir sinais vermelhos
e velocidades controladas por radar.
Levar o sonho,
a fantasia
e voar.

Maripa

12 de novembro de 2008

Obrigada a todos...


Vida...
Cada um que passa em nossa vida passa sozinho...
Porque cada pessoa é única para nós, e nenhuma substitui a outra...
Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só...
Levam um pouco de nós mesmos e deixam um pouco de si mesmos.
Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada.
Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada.
Esta é a mais bela realidade da vida... A prova tremenda de que cada um é importante e que ninguém se aproxima do outro por acaso!
Antoine De Saint-Exupery
Agradeço a todos os amigos/as que fiz através deste monitor, á Daniela, ao Hugo, á "Angel of Light", ao Derfel e á Fátima André!! Este é o meu agradecimento do fundo do coração!!!

Bjs,

Elisa Encarnação

11 de novembro de 2008

S. Martinho


Não é que eu festeje muito este dia, por isso não tenho assim muito que escrever, mas para cumprir a tradição desejo-vos umas boas castanhas assadinhas e um feliz dia de S. Martinho!!!

Bjs

9 de novembro de 2008

Mar... Esse que vejo todos os dias...


Sempre o Mar, belo como ele só, em constante transformação; não só de si próprio como do meio ambiente que o rodeia.
Quanto mais o observamos, maior a certeza de que o espectáculo nunca se repete.
A sua beleza, quer em dias de calmaria, quer de alguma agitação, é magnifica e traz-nos sempre uma imensa Paz.

7 de novembro de 2008

Luar...



Deixando cair suavemente olhares de prata,
derramei a teus pés pétalas de luar.

3 de novembro de 2008

Para ti... minha madrinha...



Não sei bem como te descrever mas sinto que mereces um post aqui... Pois se já descrevi (ou tentei descrever) tanta gente tu não poderias faltar!!
Vou escrever tudo o que me vier á cabeça... é pena é não o poderes ler porque não tens computador.

Sabes que desde a chegada ao aeroporto de Roma que me interessei por ti por seres uma pessoa muito divertida e simpática para a idade que tens, 68 anos.

E também te peço imensa desculpa por a tua amiga, a Maria Cardoso ter ficado com inveja minha mas eu não tenho culpa de tu andares sempre atrás de mim nas ruelas de Assis, ruas de Milão etc... e agradeço-te por pertenceres ás pessoas mais importantes da minha vida!! =)

E é claro foi contigo que tive o melhor dia da minha vida, em Veneza!! hehe nunca mais me vou esquecer de tu a dizeres á guia (que se chamava... deixa ver se ainda me lembro... Lurdes é isso hehehe) que queiras ficar comigo e a tua frase foi esta "Eu fico com a minha Elisinha e com os paizinhos dela" hehe e se a guia não te deixasse ficar comigo acho que serias capaz de reclamar até ao fim!!! E o desfecho foi, ir contigo, com os meus pais e mais ainda para admiração minha com o cantor de ópera e o acordeonista!!! haha Que vergonha toda a gente olhava para nós! E depois de isto tudo ainda me surpreendeste, sabias todas as músicas que ele cantava pelas ruelas românticas de Veneza!!! Realmente a melhor viagem da minha vida e ficarei com recordações que nunca mais me vou esquecer... é pena é a nossa distância, tu és lá para os lados de Lisboa e eu sou do Algarve! Mas ainda temos as cartas mensais e os telefonemas semanais!! hehehe esta foi tua!!


Para a próxima escreverei mais,

ASS: A tua afilhada por ti chamada de Elisinha

31 de outubro de 2008

Halloween


O dia das bruxas, é festejado na noite de 31 de Outubro. Teve origem nos antigos povos da Grã-Bretanha e Irlanda, que acreditavam que, a véspera do Dia de Todos os Santos, os espíritos voltavam para suas casas.

Aos poucos, a comemoração foi-se tornando pública e muitos rituais começaram a ser praticados, mas sempre em tom de brincadeira, como adivinhas e jogos para saber quem iria casar ou ganhar muito dinheiro naquele ano.
Com isso o costume de festejar a data foi ganhando adeptos, principalmente entre crianças e adolescentes.

Levado para os Estados Unidos pelos colonizadores, o Halloween é, hoje em dia, uma das festas mais populares do país. Fantasiados conforme manda o figurino fantasmagórico, meninos e meninas percorrem as casas vizinhas repetindo a frase: "Trick or Treat?" (doce ou travessura), e recebem doces em troca do sossego dos donos da casa.


Depois deste texto desejo a todos uma óptima noite de Halloween com muitos doces para saborear!!

25 de outubro de 2008

Lost weekend de Rui Pires Cabral


Um dia é maior do que a soma
das suas horas
, às vezes comporta
todos os invernos e as estações assombradas
pelos prejuízos do prazer.

Eu e tu, que desculpa ainda nos justifica?
A cidade não foi feita para as nossas pretensões,
está apenas alastrada por dentro de nós
, crispação
de pedras e espinhos no laço desfeito entre as veias.

Adiantamos o corpo aos rolamentos da noite,
é a própria razão que nos ilumina os atalhos
para o esquecimento.
Um ano inteiro não será suficiente
para tudo o que não nos acontece.

Um poema de Rui Pires de Cabral… Este poema tem a particularidade de ter três frases que acho simplesmente fantásticas e que (embora por outras palavras) já me atravessaram mais do que uma um vez o pensamento (ou o espirito), são essas as frases marcadas em itálico. Espero que o apreciem tanto como eu.

21 de outubro de 2008

Sociedade de Consumo


A revolução industrial impulsionou o aumento da produção e do consumo nos países ocidentais. A chamada sociedade de consumo trouxe benefícios tais como a escolarização de massas, melhoria das condições dos trabalhadores, generalização dos cuidados de saúde primários, maior participação dos cidadãos e elevação no padrão do nível de vida. No entanto continuam a agravar-se alguns dos efeitos negativos, tais como a marginalização de certas camadas da sociedade, caos urbanístico, perda dos valores tradicionais, degradação ambiental e uma necessidade "imperiosa" de aumentar a produção e o consumo de bens inúteis.
Esta necessidade de consumir cada vez mais reflecte-se no dia-a-dia das famílias, pelo que é necessário fazer um orçamento familiar, planificando as despesas, as poupanças, o crédito e o rendimento. Este último é um factor regulador do consumo, que é, por sua vez, influenciado pela moda, pressão do grupo e de amigos e pela publicidade que faz com que o consumidor perca o autocontrolo, consuma de forma irreflectida e por impulso, levando-o mesmo a pensar que a qualidade de vida consiste no ter em detrimento do ser.

15 de outubro de 2008

Canhotos...


Ser Canhoto...

Desde a mais remota idade que o Canhoto vem sofrendo da sua condição. Só porque o destro era e é maioria, o Canhoto foi estigmatizado, sem dó nem piedade.
Excepção à regra é o grego, que foi o único a favor da esquerda, no que se refere ao sinónimo. O termo grego que designa a mão esquerda, tem o sentido de “melhor”.
Será que o Canhoto passou a ser perseguido a partir do dia em que os seguidores de Maomé chegaram ao ponto de afirmar que Deus tem duas mãos direitas?E por que será que a mão esquerda incomoda tanto os destros? Será porque nos textos antigos se estabelece toda uma duradoura ligação do lado esquerdo com o pecado e a tentação?
...
Sabe-se que na idade média a Inquisição iria matar todos os canhotos como praticantes de bruxarias.
E nos países muçulmanos e na Índia, as pessoas não comem usando a mão esquerda, porque é E diz o livro sagrado dos judeus que o Diabo tinha um comandante, o príncipe dos demónios, cujo nome significava "o lado esquerdo".
Como isso significava o Mal, o Bem tinha de ser o lado direito...Portanto, o Diabo é canhoto!
E no budismo, Buda diz que o caminho para o Nirvana (o estado puro e da salvação) se divide em duas partes: o da mão esquerda, que é a maneira errada de viver e deve evitar-se e, claro, o da mão direita, que é o certo...
E no antigo Egipto, o deus Set era chamado "o olho esquerdo do Sol" e era considerado o mal e o Diabo. Claro que o bonzinho era Hórus, o deus da vida, chamado "o olho direito do Sol".
E Ainda..

Em Marrocos acredita-se que os canhotos são demónios ou pessoas malvadas.
Na Escócia, entrar com o pé esquerdo significa trazer o Diabo. Bom, não é só na Escócia... É bem conhecida a expressão "entrar com o pé direito"?
Quando se encontra um canhoto à terça-feira de manhã dá azar!

Mas...
Apesar de tudo ser Canhoto é normal.
Apesar de ainda não haver explicação para que 8% da população mundial seja Canhoto, ser Canhoto é normal.
Uma pessoa é esquerdina quando os seus principais comandos cerebrais estão no hemisfério direito, ou seja, o hemisfério direito do cérebro controla os comandos esquerdos(a mão,o pé...).
...
Mas os esquerdinos também encontram algumas dificuldades no dia-a-dia sendo que vivemos num "Mundo Direito".
Eu, sendo esquerdina, sempre tive algumas complicações em cortar com uma tesoura. E também porque ninguém me deu uma tesoura apropriada para mim quando estava na escola.
E quantas vezes não estava eu na escola, com dificuldade em escrever, porque as cadeiras só têm apoio do lado direito?
E na vida adulta quando tiver de tirar a carta de condução terei de aprender a mudar a marcha do carro usando a mão direita.
E nos bancos e repartições públicas as canetas presas por cordões estão sempre do lado direito dificultando escrever para o canhoto.
E também quando utilizo o rato do computador troco sempre os dois botões por ter de usar a mão esquerda.
Mas também apesar disso

Existem nomes como:
Albert Einstein
Joanna d'Arc
Beethoven
Napoleão Bonaparte
Isaac Newton
Miguel Ângelo
Neil Amstrong
Picasso
Tom Cruise
Julia Roberts
Aristóteles
Leonardo da Vinci
Todos eles canhotos...

Ser canhoto não é ser defeituoso ou inferior – é ser uma pessoa com as mesmas capacidades de inteligência e de trabalho e, portanto, com os mesmos direitos que os outros têm. É, pois, um ser humano que deve gozar desses direitos, em condições de total dignidade. E mesmo apesar das dificuldades, ser canhoto é engraçado, ser canhoto é ser especial por ser uma minoria que marca a Diferença.

13 de outubro de 2008

Um Sorriso...


"Sorriso é coisa que não se deve poupar, mesmo com dor, pois um sorriso pode ser uma luz no infinito para alguém que está perdido, para alguém que nunca teve um carinho, para quem nunca soube o que é sorrir, mesmo com dor... o sorriso é o vento levando a tempestade para longe...”
P.S - Este dedico-te Daniela, é tão fofinhoooooo

12 de outubro de 2008

Ana Carolina e Seu Jorge... Comparsas...





Papagaio que acompanha João-de-Barro se enrola... vira ajudante de pedreiro!"


hehe gostei dessa!!!

9 de outubro de 2008

Tapeçaria


Pano grande e grosso, tecido sem nós, utilizado como revestimento decorativo das paredes. Distingue-se do tapete não só pela sua função decorativa mural e correspondente concepção estética, mas também pela técnica de confecção. O tecido não apresenta nós, sendo constituído pelo cruzamento de uma urdidura e de fios de trama coloridos. O mais antigo conhecido é o Egípcio, de linho, e remonta a 1400 a.C. Grandes artistas desenharam cartões para tapeçarias. Famosas as tapeçarias francesas dos Gobelin. Em Portugal a de maior renome é a de Portalegre.

2 de outubro de 2008

Lá no fundo do mar...


Está tudo dito, não!?
P.S - Não fui eu que pintei nem eu que escrevi, foi a minha amiga Carolina. Por este meio venho agradecer mesmo do fundo do coração e ela por todo o apoio que me deu, e é claro á minha grande amiga Daniela (ou mais conhecida por Kleinexa) pela compreensão e pela ajuda que me tem dado até agora!
OBRIGADA

27 de setembro de 2008

O degrau...


«O degrau da escada não foi inventado para repousar, mas apenas para sustentar o pé o tempo necessário para que o homem coloque o outro pé um pouco mais alto»
Autor: Huxley , Aldous

25 de setembro de 2008

"A criancinha pede a gente dá"


A criancinha quer Playstation. A gente dá.
A criancinha quer estrangular o gato. A gente deixa.
A criancinha berra porque não quer comer a sopa. A gente
elimina-a da ementa e acaba tudo em festim de chocolate.
A criancinha quer bife e batatas fritas. Hambúrgueres muitos.
Pizzas, umas tantas. Coca-Colas, ás litradas. A gente olha para
o lado e ela incha.
A criancinha quer camisola adidas e ténis nike. A gente dá
porque a criancinha tem tanto direito como os colegas da escola
e é perigoso ser diferente.
A criancinha quer ficar a ver televisão até tarde. A gente
senta-a ao nosso lado no sofá e passa-lhe o comando.
A criancinha desata num berreiro no restaurante. A gente faz de
conta e o berreiro continua.
Entretanto, a criancinha cresce. Faz-se projecto de homem ou
mulher.
Desperta.
É então que a criancinha, ja mais crescida, começa a pedir
mesada, semanada, diária. E gasta metade do orçamento familiar
em saídas, roupas da moda, jantares e bares.
A criancinha já estuda. Às vezes passa de ano, outras nem por
isso.
Mas não se pode pressioná-la porque ela já tem uma vida
stressante, de convívio em convívio e de noitada em noitada.
A criancinha cesce a ver Morangos com Açúcar, cheia de pinta e
tal, e torna-se mais exigente com os papás. Agora, já não lhe
basta que eles estejam por perto. Convém que se comecem a chegar
à frente na mota, no popó e numas férias à maneira.
A criancinha, entregue aos seus desejos e sem referências,
inicia o processo de independência meramente informal. A
rebeldia é de trazer por casa.
Responde torto aos papás, põe a avó em sentido, suja e não lava,
come e não limpa, desarruma e não arruma, as tarepas domésticas
são «uma seca».

Um dia, na escola, o professor dá-lhe um berro, tenta em cinco
minutos pôr nos eixos a criancinha que os papás abandonaram à
sua sorte, mimo e umbiguismo. A criancinha, já mais crescidinha, fica
traumatizada.
Sente-se vítima de violência verbal e etc e tal. Em casa, faz
queixinhas, lamenta-se, chora.
Os papás, arrepiados com a violência sobre as criancinhas de que
a televisão fala e na dúvida entre a conta de um eventual
psiquiatra e o derreter do ordenado em folias de hipermercado,
correm para a escola e espetam duas bofetadas bem dadas no
professor «que não tem nada que se armar em paizinho, pois quem
sabe do meu filho sou eu».

A criancinha cresce. Cresce e cresce. Aos 30 anos, ainda será
criancinha, continuará a viver na casa dos papás, a levar a
gorda fatia do salário deles. Provavelmente, não terá um
emprego. «Mas ao menos não anda para aí a fazer porcarias».

Não é este um fiel retrato da realidade dos bairros sociais, das
escolas em zonas problemáticas, das famílias no fio da navalha?
Pois não, bem sei. Estou apenas a antecipar-me. Um dia destes,
vão ser os paizinhos a ir parar ao "hospital com" um pontapé e
um murro das criancinhas no olho esquerdo.

E então teremos muitos congressos e debates para nos
entretermos.

Escrito por Miguel Carvalho para a revista VISÃO.

22 de setembro de 2008


" Regressamos sempre aos velhos lugares onde amámos a vida. E só então compreendemos que não voltarão jamais todas as coisas que nos foram queridas. O amor é simples, e o tempo devora as coisas simples."

José Eduardo Agualusa

Tirado do blogue da maripa

20 de setembro de 2008

Duffy - Mercy



Não custumo pôr aqui musicas "estrangeiras" (porque a minha preferência são Portuguesas) mas admito que gosto mesmo muito desta música!!
Espero que gostem tanto ou mais do que eu!!!

15 de setembro de 2008

A todos os carteiros de Portugal...

De todos os heróis anónimos nenhum é tão anónimo como o carteiro!

Sob a chuva ou a neve,
O raio ou trovão,
O Carteiro deligente
Cumpre a sua missão!

Enchentes há-de ultrapassar
Para a sua carta entregar!

Levo felicidade conjugal
Pelo reembolso postal!

Estrada má ou atoleiro,
Nada detém o corajoso carteiro!

P.S - Agradeço a todos os carteiros de Portugal que levam e fazem-me receber as tão desejadas cartas para a minha "Madrinha" (emprestada) e da minha "Madrinha" (emprestada)! OBRIGADA!!!

História publicada originalmente nos Estados Unidos na revista Walt Disney's Comics and Stories, nº 209, de Fevereiro de 1958
Título: O Carteiro Não Pode Parar (The Persistent Postman)

13 de setembro de 2008

Momentos contigo...

Hoje lembrei-me de ti... e em vez de ficar triste não... veio-me um sorriso... Lembrei-me das tuas imitações do "brasileiro":
"Hoje os caras vão aprenderrr mathhhiiimáthiiica" e nós riamo-nos!!!
Nunca mais me vou esquecer daquele dia em que era para ler os poemas que tinhamos feito para os colegas e eu sempre muito envergonhada lá fui lendo os poemas, tu centado numa cadeira ouvias-me muito atentamente e no fim fartaste-te de rir porque os poemas até tinham a sua graça =)
Sempre aceitaste os meus presentes (mesmo que estivessem feios ou mal feitos) e até retribuiste com o teu carinho, amor e amizade infindáveis!
Tinha um coração de ouro e nunca conheci ninguem como tu.
Responde-me agora:
Porquê?? Porquê que fizeste essa trágica viagem de carro para morreres numa ravina? Uma grande pessoa como tu não merecias morrer assim... como tu morreste...
Será que eu só tenho azares?
Nem direito a uma foto tua de jeito tenho??
Por favor faz-me um sinal ou diz-me alguma coisa...
Eu sei que isso já aconteceu quando o Fabio me roubou o telemóvel eu rezei para me ajudares e o telemóve apareceu... Quase milagre!
Obrigada por todos os momentos bons que me proporcionaste só não gostei do que te aconteceu, mas nunca te esquecerei estarás sempre aqui no meu coração...
Só não ponho fotos tuas porque não tenho mesmo nenhuma de jeito...

12 de setembro de 2008

Velho - Mafalda Veiga

Há uns dias atrás fui á casa dos meus avós maternos e lembrei-me de um poema que minha avó costuma cantar chama-se "Velho" e foi escrito pela grande cantora Mafalda Veiga aqui ponho a letra e um video. Espero que gostem!

Letra:
Parado e atento à raiva do silêncio
de um relógio partido e gasto pelo tempo
estava um velho sentado no banco de um jardim
a recordar fragmentos do passado

na telefonia tocava uma velha canção
e um jovem cantor falava da solidão
que sabes tu do canto de estar só assim
só e abandonado como o velho do jardim?

o olhar triste e cansado procurando alguém
e a gente passa ao seu lado a olhá-lo com desdém
sabes eu acho que todos fogem de ti pra não ver
a imagem da solidão que irão viver
quando forem como tu
um velho sentado num jardim

passam os dias e sentes que és um perdedor
já não consegues saber o que tem ou não valor
o teu caminho parece estar mesmo a chegar ao fim
pra dares lugar a outro no teu banco do jardim

o olhar triste e cansado procurando alguém
e a gente passa ao seu lado a olhá-lo com desdém
sabes eu acho que todos fogem de ti pra não ver
a imagem da solidão que irão viver
quando forem como tu
um resto de tudo o que existiu
quando forem como tu
um velho sentado num jardim

E aqui fica o video:

6 de setembro de 2008

Homenagem a uma grande amiga...

Kleinexa, eu agradeço-te o muito que já fizeste por mim e a amizade que me tens dado!! Apesar de só te conhecer virtualmente tens sido maravilhosa!! Por este poema agradeço a Deus por te ter conhecido OBRIGADA:

Abro a janela do meu computador!!!
Entre, e traga o seu riso, por favor,
que não ecoa mas, enfim, é tão gostoso!
Conte pra mim as suas velhas histórias,
totalmente imbuídas de memórias,
algumas tristes, outras que dão puro gozo!

Deixe eu deitar, em ombros invisíveis,
e segurar mãos fortes e flexíveis,
olhar seus olhos, nessa fotografia.
Suas palavras entram-me direitinho,
num coração tão falho de carinho...
Meu mundo é uma casa tão vazia!...

Da imensidão do éter, você chega
sem passaporte, você me aconchega,
atravessa fronteiras e me assume.
Traz muita paz... umas palavras, um verso...
música... imagens... mostra-me um Universo
de coloridas flores... sem perfume.

Todos os dias, eu abro esta janela
na esp’rança de a rever, entrar por ela
seu bálsamo, alívio desta dor.
Abro-lhe a minha casa, como vê.
- Tome um café. Conte-me de você.
Prove o meu bolo, fale-me seja o que for!

Juntas sorrimos, ficámos delirantes...
Juntas chorámos, de coisas tão chocantes...
Você não é apenas um endereço
que vive num arroba escondido,
você tem uma alma, um apelido;
de há muito que ganhou o meu apreço!

Afinal, é o meu anjo da guarda!
Para entrar aqui, você se farda
com duas asas e uma auréola branca.
Esquecida dos problemas pessoais,
você aceita os meus lamentos mais
abertamente que a família, é mais franca.

Desculpe o meu café não ter sabor,
e o meu bolo sem açúcar, o melhor
que eu consegui à Internet conectada.
Mas o carinho e amizade são reais
na rede toda; porque de virtuais,
acredite que não temos mais nada!

5 de setembro de 2008

Visita a Lagos

Como já disse no outro post eu amo o Algarve estou sempre a a viajar de um lado para o outro. Normalmente vou a Tavira, a Lagos ou então a Sagres. Desta vez fui a Lagos. Tirei algumas fotos, e como é de esperar ficaram lindas!! Gosto da ideia de partilhá-las convosco, e é o que vou fazer:

2 de setembro de 2008

Desafio Musical

Há umas semanas atrás fiquei "apaixonada" pelo desafio musical no blog da Kleinexa. Pedi-lhe autorização se poderia pôr o desafio no meu blog ela disse que "Sim" e eu comecei logo a magicar nas minhas 6 musicas preferidas. Este desafio consiste mesmo nisso pôr as 6 musicas que marcaram a minha vida até agora.

Vamos á primeira...uma musica que eu ouvi na minha novela preferida "Tempo de Viver" e nunca mais me saiu da cabeça:

Colibri (Pureza e Desejo) - Luis Represas:




Esta segunda música... marcou os meus anos de mais pequinina...Ouvi pela 1ª vez a minha avó a cantá-la e nunca mais a esqueci...

20 anos - José Cid:




Segue-se terçeira musica... Confesso que vou na 3ª e já tou a ter alguma dificuldade... Bem lembrei-me agora de uma das minhas músicas preferidas. Realmente a Celine Dion tem uma voz que eu sempre tentei imitar e sempre me foi impossível! O Titanic é talvez um dos meus filmes preferidos. E também confesso todas as vezes que vi o filme (que não foram poucas) veio-me sempre uma lágrima ao olho... Coisas de mulheres eu sei (esta aprendi contigo Daniela).

Celine Dion - My heart will go on




Huum estive aqui a pensar e lembrei-me de uma música muito boa que merece sem dúvida nenhuma pertencer ás minhas 6 músicas preferidas... Cantada pela grande fadista Ana Moura!

Ana Moura - Búzios:




Vamos á 5ª... Esta música parece que conta a minha forma de ser... É por isso que eu gosto mesmo muito desta musica.

Susana Félix - Fintar a Pulsação:




A sexta música é dedicada ao meu lindo Algarve que tanto eu amo! É verdade eu tenho uma amor incondicional pelo Algarve e principalmente por Sagres. E aqui fica uma música linda sobre Sagres:

Luis Represas - Sagres

30 de agosto de 2008

Viagem a Itália - Verona e Milão - Parte 5

Verona - (Só fiz uma breve visita) - Cidade que evoca a história trágica de "Romeu e Julieta", onde podemos ver a célebre varanda da casa de Capuletto, que já inspirou vários cineastas nomeadamente Zefirelli.

Milão - É o maior centro financeiro de Itália. Visitei o "Duomo", a maior catedral gótica da Itália, a Galeria Vittorio Emanuele "il Salotto", considerada a sala de visitas milanesa, com os seus cafés e elegantes lojas e também fotografei "Scalla de Milão", um teatro

Fotos de Verona:


Varanda de "Romeu e Julieta"

Estátua de Julieta perto da varanda (até já está polida de tanto ser tocada!! eh eh)

Arena de Verona

Fotos de Milão:


Duomo de Milão

Galerias Vittorio Emanuele

Galerias Vittorio Emanuele
Scala de Milão

Duomo visto de outra perspectiva

26 de agosto de 2008

Viagem a Itália - Veneza e Pádua - Parte 4

Veneza - A cidade fascínio entre o céu e a água. O seu encanto e chame foram exaltados por diversas celebridades, sobretudo por escritores românticos e cineastas como Luchino Visconti, com o filme "Morte em Veneza". A Veneza de hoje é um legado dos grandes senhores de outrora (Doges) e de antigos mercadores como Marco Pólo, que audaciosamente souberam trazer tesouros de longínquos países para enriquecer a cidade. Destaco: a Praça de S. Marcos com a sua Basílica, Torre do Relógio, Campanário, Palácio Ducal Ponte dos Suspiros. Aconselho a fazer um passeio de gôndola, pelos românticos canais de Veneza.

Pádua - Visitei a Basílica da Santo António, edificada para albergar o túmulo e algumas relíquias deste Santo Português.

Fotos de Veneza:



Uma das ruelas românticas da cidade (Fotografado dentro de uma gôndola)



As gôndolas todas alinhadas antes de "começarem o trabalho da tarde"


A Torre do Relógio


Eu andei a passear pela cidade numa gôndola e ainda tive direito a acordeonista e cantor de Ópera!!

Uma gôndola que "passeava" ao meu lado

Fotos de Pádua:

Estátua de Santo António nos claustros da Basílica deste mesmo Santo. Atrás como podem ver, ainda existe viva uma magnólia (árvore) com 200 anos!!

P.S - Peço imensa desculpa por não ter nenhuma foto desta Basílica por fora mas esquecime de tirar, já que por dentro era proibido.

23 de agosto de 2008

Viagem a Itália - Florença e Pisa - Parte 3

Pisa - Cidade de Galileu Galilei, conhecida pelo seu "Campo dei Miracoli" que é o maior conjunto arquitectónico da Europa Romântica, composto pela Catedral, Baptistério, Campo Santo e a célebre Torre Inclinada.

Florença - Em Florença destaco: a Igreja de Santa Cruz, o Panteão das Glórias Italianas, a Catedral de Santa Maria dei Fiori, as famosas Portas do Paraíso do Baptistério, a Piazza della Signoría com as estátuas e a Fonte de Neptuno, Ponte Vecchio sobre o rio Arno e por fim o típico Mercado da Palha.


Fotos de Pisa:


Baptistério

Torre de Pisa (mais conhecida por Torre Inclinada) e Catedral

Fotos de Florença:


Túmulo de Dante

Túmulo de Miguel Ângelo

Túmulo de Galileu Galilei

Catedral de Santa Maria dei Fiori

Catedral de Santa Maria dei Fiori

Portas do Paraíso (todas feitas em ouro) mas estas já não sao as originais mas continuam a ser feitas a ouro. As originais foram para um museu (como era de esperar!).

Javali (Símbolo de Florença) no Mercado da Palha

Ponte Vecchio