20 de setembro de 2011

Das crianças


Pede-se a uma criança: Desenhe uma flor! Dá-se-lhe papel e lápis. A criança vai sentar-se no outro canto da sala onde não há mais ninguém. Passado algum tempo o papel está cheio de linhas. Umas numa direcção, outras noutras; umas mais carregadas, outras mais leves; umas mais fáceis, outras mais custosas. A criança quis tanta força em certas linhas que o papel quase não resistiu.
Outras eram tão delicadas que apenas o peso do lápis já era demais.
Depois a criança vem mostrar essas linhas às pessoas: Uma flor!
Contudo, a palavra flor andou por dentro da criança, da cabeça para o coração e do coração para a cabeça, à procura das linhas com que se faz uma flor, e a criança pôs no papel algumas dessas linhas, ou todas. Talvez as tivesse posto fora dos seus lugares, mas, são aquelas as linhas com que Deus faz uma flor!

Almada Negreiros, "A Flor" in Antologia de Poesia Portuguesa

7 comentários:

Laura disse...

Texto poético cheio de verdade, a verdade que cada um pode ler nos traços a lápis que uma criança deixa numa folha de papel...

Muitos beijinhos, e ao ler isto, imaginei uma certa estrelinha a riscar com seu lápis de luz, o azul escuro dos céus, e desenhar nele, sonhos lindos que um dia vão acontecer.

laura

Maria disse...

Pequenina
Como é bom ser criança!
Já leste "Le Petit Prince" de Saint-Exupéry? É um verdadeiro tratado sobre a maneira de ver os sentimentos das crianças. Lindo de morrer.
li-o menina, tenho-o lido ao longo da vida e, tem sempre o mesmo sabor.
Adorei o texto.Define bem a imaginação, a ternura das crianças.
Beijinhos, minha Pequenina.
Maria

Derfel disse...

É nos momentos mais insuspeitos que a criança, com o seu olhar, e às vezes com o seu sorriso, nos ensina o que é realmente uma Flor...
Aí somos invadidos por uma felicidade rompante, e por uma serenidade Edénica...

Nós é que nem sempre percebemos as palavras e os riscos das crianças...

Jinhos de Paz e LUZ à Estrelinha
Derfel

Kleine disse...

Literalmente "lindo de morrer" Alva.

Bjs Kleine

Laura disse...

Pois, estás a crescer, está visto... ai a grande escritora que aí vem.

Amei ver o Derfel.

ji da laura

BlueShell disse...

Belíssima escolha...sim. Gostei.
Bj

Je Vois La Vie en Vert disse...

Querida Estrelinha,

Guarda sempre o teu lado criança, é importante ! No blog do Kim é que se vê que eu ainda tenho o meu lado "criança", este lado que me obriga a esquecer os lados menos bons da vida, que me dá uma certa indolência, que me faz esquecer que não posso fazer certos movimentos por causa dos meus problemas de coluna mas que me agradam na altura e ...amanhã é outro dia !
"Dessine-moi un mouton" diz o Pequeno Príncipe. Tenho a certeza que já leste este livro de Saint-Exupéry !
Obrigada por te teres lembrado de mim no dia dos meus anos !
Vou estar muito ocupada com concertos e pouco na internet, bem que tenho que responder a todas as pessoas que gentilmente comentaram no meu blog.
Beijinhos, querida Estrelinha.
Verdinha