23 de outubro de 2009

À "minha" Laura

Se há alguma música que me faça lembrar uma grande amiga, é esta, sem dúvida:

"Iôiô tá vendo
Nêga véia aqui sentada
Mas num sabe a fiarada
Que ela tem pra sustentá

Eu crio eles
Trabaiando o dia inteiro
Remexendo os fugarêro
Prus bolinho num queimá

Sô preta mina
Lá da costa da Guiné
Fui cativa, fui inté
Perdição dos meus sinhô

Mas os meus fio
Que nasceram brasiêro
Do mais moço inté o primêro
Todos eles são dotô

De madrugada
Eu recôio essas quitanda
Faço as rezas de Luanda
Peço aos santos que me sarve

E a fiarada
Que me deu São Benedito
Lê os verso mais bonito
Do poeta Castro Arve"

Música:
Cris Aflalo

Estrela d'Alva

13 comentários:

Laura disse...

Nininha de coração cor do céu
Nininha amada pela laurinha
Tal e qual fosse
Uma filhinha
Ah, surpresa linda
Não esperava receber
Tanto afago
E logo, logo
Sobre a terra
Que foi mais do meu agrado
Ai nininha, me deixa abraçar
A estrelinha querida
Que trago sempre
Reflectida no meu olhar
Obrigada minha querida
pelo amor que há em ti
E pela nossa amizade
Que seja sempre igual
E a continuar
E que jamais
Possa acabar ...

Com toda a ternura, adorei, amei..Obrigada estrelinha, obrigada pelos sorrisos que espelhas em mim...e possa eu, fazê-los reverter, em ti, em novos sorrisos de alegria e amor..laura

xistosa - (josé torres) disse...

Bem dedicada a canção.
A Laura merece-a, só é pena eu não a ouvir, rsss, rsss, rsss.
Mas a imagem fala por tudo e de repente senti-me em Angola.
Será que as árvores são diferentes o o sol brilha de outra maneira?

Bom fim de semana.

Laura disse...

Voltei aqui
pois sinto-me
Entre a terra e o céu
Já imagino o cenário
da terra vermelha
Que meus pés descalços
Pisaram...

Laura disse...

Estrelinha, escrevi este poema coms audade da minha terra vermelha...

já o pus no blogue do meu amigo o marius, o general romano...
e aqui fica também..beijinhos meus..laura

Terra Vermelha!...
(Angola)


Terra vermelha
Meu grande amor
Que me deixou a centelha
Das árvores em flor !...

Terra amada
Terra querida
Por todos abandonada
No melhor da nossa
Vida !...

Terra vermelha
Que meus pés descalços
Cobriram, percorreram
E sobre ela, choraram !...

Terra minha
Terra nossa
Terra de todos os que
Te amaram !...

Não nos deixes ir
Embora
Sem que voltemos
A pisar-te
E na nossa saudade
De novo a voltar
A amar-te !...

Je Vois la Vie en Vert disse...

Ola Estrelinha bonita,

Como amiga da Laurinha, vim ver a prenda que lhe ofereceste e gostei muito ! Ela merece e sei que ficou encantada.

Eu também nasci na África, mais propriamente no antigo Congo belga mas não me lembro de quase nada a não ser da nossa fuga quando eu tinha 6 anos.


Um beijinho da

Verdinha

Laura disse...

Olháqui quem veio cá, ah, que linda a verdinha, é verdade e eu já estive no Congo belga já era casada e tinha o Nuno, há que anos iss vai..beijinhos e sim, adorei, amei..laura

Laura disse...

Poxo perguntá, onde acendo luzinha, ou clico botãozinho pá ouvi a musiquinha?

Maria disse...

Estrelinha:

Adorei ler os versos. Coisa linda, pequenina.
Beijinhos

Agulheta disse...

Olá querida. Penso que a laurinha saltou de contente,ela merece é uma querida,e a canção muito diz aela.
Beijinho bfs Lisa

Laura disse...

Diz muito a mim a canção, diz sim, fala da minha gente de outro continente e de quem muito amei, gente de cor da cor da alma da gente..jinhos estrelinha querida e a ti, agulheta...laura

Laura disse...

Venho de longe
Trazendo no alforge
As deliciosas palavras
Da soledade
Em forma de prosa
Para a menina estrelinha
Da qual tem muita saudade
E para quem envia
Muita ternurinha
Miminhos, beijinhos
Um sem fim de abraços
E desejos
de alegrias sem fim
E que em breve
Virá aqui escrever
Mas por enquanto
Ainda dói, dói a vida
Dói o corpo dói a alma
E quandoe stiver mais calma
Ela virá...
Beijinhos da laura

Laura disse...

Passei, desejando um bom dia, quando cheguei, desconfiei que ainda dormias, e assim, volto daqui a dias... Bom teste e aquele abraço, sabendo que tudo vai decorrer da melhor forma...laura, adorutuzinha...

Laura disse...

Entrandod evagarinho e olhando, ah, a nininha nem anda por aqui...Beijinhos, muitos, da tua laura..